Letícia Diethelm

Letícia Diethelm

Todas as dicas estão aqui para deixar sua viagem inesquecível. Aproveite!

Gostou? Compartilhe!


Digite seu e-mail no espaço abaixo e receba todas as novidades do Viva Viena!

Recebo muitas perguntas referentes a esses assuntos, então decidi fazer um post com as respostas e ajudar todos que tiverem a mesma dúvida.

 

Informações Úteis sobre Viena

Preciso de visto?

Se você for ficar até 90 dias, você nao precisará. Mais do que 90 dias, precisa de visto. Muito importante: o visto deve ser requerido antes da viagem! Você não pode chegar como turista e requerer um visto aqui em Viena. 

 

O que é preciso para morar na Áustria?

  • Ter uma outra cidadania europeia. Também tem um outro jeito: uma empresa daqui te contratar. Para isso, a empresa tem que provar para o governo que nenhum austríaco é capaz de fazer o trabalho para o qual estão te contratando. O que torna tudo mais complicado, evidentemente.
  • Se seu marido/sua mulher tem cidadania europeia e ele/ela quer morar aqui, você tem o direito de vir junto. O prazo do seu visto vai seguir o visto dele/dela.
  • Por estudo: se você for universitário, pode tentar transferência para Viena. Caso consiga, seu visto vai expirar com o término da faculdade. Se você se formar e conseguir logo um emprego, você poderá continuar morando por aqui. Se não, terá que voltar ao Brasil.

 

É difícil arrumar emprego?

Depende do que você quer fazer e se você fala inglês e/ou alemão. Em algumas multinacionais é possível trabalhar somente com o inglês. Se você der sorte, pode conseguir um emprego em uma delas e aprender alemão com o tempo. Existe a possibilidade, mas não é fácil! Claro que saber a língua do país onde você mora (no caso, alemão) te abrirá mais portas – e será uma vantagem de quem está concorrendo contigo por aquela vaga na multinacional…

 

Como é morar em Viena?

Eu adoro! Claro que cada pessoa é uma e tem gente que não gosta, não se adapta. Eu e Schatz nos adaptamos super fácil. Viena foi escolhida a melhor cidade do mundo para se morar por vários anos (inclusive 2014!). Isso porque tudo funciona. O transporte público é tão bom que algo em torno de 70% dos moradores têm o ticket anual para usar o transporte público à vontade. É uma das poucas capitais que conheço onde as pessoas optam por não ter carro e se locomovem com metrô, ônibus e bondes sem problemas.

Educação e saúde são muito bons! Todos temos plano de saúde público* e funciona bem (alguns exames que no Brasil estariam inclusos, aqui são pagos extra. Exemplo: ecografia).

A segurança em Viena é o que mais me agrada: aqui não tem lugar proibido para turistas. Nem durante a noite! À noite tem alguns bêbados/pedintes/pessoas estranhas** na rua, não vou mentir para vocês, mas pode ficar tranquilo porque aqui é ~cada um no seu quadrado~.

“Oba, Letícia! A criminalidade é zero aí, então?”

Acalmem os ânimos, minha gente! Criminalidade tem em qualquer lugar. Aqui não vai ser diferente, mas os números são baixos sim.

 

Sobre o custo de vida

  • Não confunda Viena com cidades do leste europeu, como Budapeste ou Praga! Nestas cidades, a moeda não é euro. Em Viena, sim (isso faz com que a cidade seja mais cara).
  • Eu não considero o custo de vida daqui um absurdo, mas também não é barato. O aluguel, por exemplo, foi o que mais me chocou no início: custa, no mínimo, 600 euros (apartamento simples, um quarto, não central***). Sobre aluguel, falo tudo neste post: http://vivaviena.com.br/vou-morar-em-viena/apartamentos-e-gastos/ ;
  • A cada 3 meses, paga-se a conta de luz que fica em torno de 300 euros (para um casal!);
  • Jantar para dois (com uma bebida cada): em torno de 35-40 euros (em restaurante simples). Em restaurante bom sai por volta dos 60-70 euros e em um excelente, uns 100 euros para cima.

*Existe plano de saúde privado. Quem opta por este, tem vantagens como quartos individuais em hospital.

**Não gosto do termo “pessoas estranhas” porque por mim cada um veste e faz o que quer – desde que não atrapalhe o espaço do outro. Usei este termo porque, sinceramente, não me veio nenhum outro.

***Não central = 10 – 20 min do centro de metrô.

11 Comments

  1. Leila Paiva

    Letícia estou com dúvida e achei que de todos os sites que pesquisei você foi a pessoa que melhor respondeu as dúvidas e deu as melhores dicas, parabéns!

    Vou para Viena agora o dia 26/01 e gostaria de fazer um bate volta em Budapeste. Quero fazer com o menor gasto possível e vi que a passagem de ônibus é bem mais barata. Você colocou nas possibilidades de deslocamento, mas não falou em vantagens ou desvantagens. Vi que o tempo de deslocamento é quase o mesmo. Você acha seguro? Vê algum problema?

    Obrigada!

    Leila

    1. Letícia Diethelm

      Oi, Leila!!

      Não falei porque sempre opto por trem, então não conheço as vantagens e desvantagens de todas as opções. É claro que trem é mais confortável do que ônibus, mas todos os meios de transporte são seguros. A escolha depende mais do estilo de viagem de cada um e valores mesmo!

      Beijão e fico muito feliz por você ter gostado tanto do blog! Obrigada!!

  2. Sidmar Teixeira

    Oi Letícia!
    Vou pra Viena agora no início de abril, tenho duas perguntas para você: Consigo visitar os principais pontos turísticos a pé? Sem ter que ficar pegando ônibus ou metro? Qual a temperatura aproximada em meados de abril?

    Obrigado !
    Sidmar

    1. Letícia Diethelm

      Oi, Sidmar!
      Os principais pontos turísticos do centro antigo, sim. Se quiser visitar a famosa roda-gigante ou o palácio Schönbrunn, aí vai precisar pegar transporte público.

      Quanto ao tempo: este ano está muito doido e abril é o mês mais instável do ano. Pode chover, fazer calor e até nevar. É um mês muito incerto… Por enquanto, está frio por aqui!

      Beijos!

  3. Debora Fruhauf

    Leticia ! Parabéns simplesmente amei suas dicas, seus comentários …tudo muito bem explicado. Eu estava louca procurando na internet via google algum blog que pudesse me dar boas dicas e não estava conseguindo assim organizado e com riqueza de detalhes.
    Estou indo com meu marido no próximo sábado dia 30/04 ficaremos ai 4 dias vou seguir seu roteiro.

    Obrigada muito obriada

    1. Letícia Diethelm

      Muito obrigada, Debora.

      Espero que tenham aproveitado bastante a viagem a Viena!

      Grande beijo!

  4. Adalberto Del Santo

    Olá Letícia,

    Vou conhecer Viena em julho/16 e estou com algumas dúvidas:
    1) Gostaria de visitar o Campo de Concentração Mauthausen, acha que consigo fazer esse programa em um dia usando o trem? Se entendi bem, de Linz há transporte público até o local?
    Sobre o uso da estação central de trens em Viena, consigo comprar passagens direto no local, sem o uso do site das cias. de trens na internet?

    Grato

    Adalberto

    1. Letícia Diethelm

      Oi, Adalberto!

      1) Sim, é possível. Principalmente no verão, que os dias são mais longos. Então você pode ir bem cedinho para Linz e voltar 21h, por exemplo, com a luz do dia. Sim, tem ônibus em Linz que faz o trajeto até o campo de concentração.
      2) A resposta também é positiva. Pode comprar passagens direto na estação, no guichê da empresa. Atenção: em regra, não é possível comprar ticket dentro do trem. Adquira sempre antes de entrar no trem para evitar dor de cabeça!

      Boa viagem,
      Letícia.

  5. Vitoria Vieira

    Oi Letícia,
    Primeiramente gostariade parabeniza-la pelo Blog. Vi aqui várias dicas legais, e é visível que você faz com carinho, a cada postagem um detalhe pessoal legal.
    Em segundo lugar, a minha dúvida. Quando estava chegando em Vienna (trajeto Budapeste – Vienna), ví muitas plantações de girassóis, você sabe me dizer se existe um tour para conhecer? Adoro flores, acho que seria um passeio bacana…

    1. Letícia Diethelm

      Oi, Vitoria!

      Muito obrigada pelos elogios. 😀
      Infelizmente nunca ouvi falar de tour para conhecer os girassóis, mas se você quiser fazer um tour por Wachau (região incrível de vinícolas e pés de damasco), eu posso te ajudar!

      Grande beijo!

  6. Rodrigo Rocha

    Ola Leticia ! Estarei em Viena em Julho e li que alguns locais como o Museu de Historia da Arte a entrada é gratuita para menores de 16 anos. Sabe se é necessario apresentar só o passaporte ou mesmo assim tenho que pegar fila para retirar o ingresso gratuito?Gosto de comprar ingressos com antencedência on line para evitar filas no verão. Parabéna pelo site e pelas ótimas dicas !

Deixe uma resposta

Required fields are marked *