Página principal / Vou morar em Viena / Horários de funcionamento em Viena
horario_ergebnis

Horários de funcionamento em Viena

Quando alguém me pergunta sobre ponto negativo de morar em Viena, respondo sem pensar duas vezes: os horários de funcionamento do comércio. Viena é uma cidade que acorda tarde e dorme cedo. Inclusive durante o verão, acreditam? É possível ver lojas fechando às 19 horas e as ruas ainda estão abarrotadas de gente querendo consumir. Nunca entendi isso, mas hoje em dia já estou acostumada (só para deixar claro: mesmo tendo me acostumado, continuo sem entender).

Vamos para o post de hoje? É sobre horários de funcionamento em Viena!

Comércio

O horário pode variar, mas a maioria abre suas portas às 9 da manhã e fecha às 18:30/19h. Isso durante a semana. Aos finais de semana, elas podem até abrir no mesmo horário, mas fecham ainda mais cedo: por volta das 17h. Shoppings são difíceis de serem encontrados nas áreas turísticas e mesmo assim eles também fecham cedo: por volta das 21h. Quer dar uma voltinha em algum shopping no domingo ou feriado? Eita, aí o bicho pega. São poucas as opções abertas em Viena até mesmo para fazer compras de mercado, imagine só para comprar roupas e outros produtos! Não é impossível encontrar loja aberta aos domingos e feriados, só é raro. Bem raro. Beirando o impossível. No aeroporto você encontra! Se você se esqueceu de comprar lembrancinha e vai voltar em um domingo ou feriado, a dica é ir mais cedo para o aeroporto e comprar por lá. Mais garantido! Farmárcia você consegue encontrar alguma aberta até às 18h em dia de semana. Aos sábados, somente até meio dia (a maioria. Tem uma na Mariahilfer Straße que fica até às 18h aos sábados também!). Eita, e se você ficar doente em um domingo ou feriado? Não se preocupe: há farmácias 24h pela cidade, mas elas fazem rodízio. Não é sempre a mesma que faz plantão!

+ Leia aqui sobre farmácia 24h em Viena

Museus

A maioria abre todos os dias durante todo o ano (com restrições no Natal e Ano Novo), mas é comum encontrar museus que têm a segunda ou a terça-feira como “dia do descanso”, ou seja, eles não abrem. Se lojas têm horários distintos para abrirem suas portas, os museus também os têm. Cada museu terá seu próprio horário de funcionamento, mas se você for entre 10h e 17h, a chance de você conseguir entrar é enorme. Às quartas ou quintas – a depender do museu – o horário de funcionamento é estendido, então você consegue entrar até 20h, mais ou menos.

Transporte público

Em dias de semana, o metrô funciona das 5 da manhã até meia noite. Aos finais de semana e em vésperas de feriado, funcionam 24h. Claro que o intervalo é maior, mas o máximo que já esperei na madrugada foi 15 minutos. Ônibus e tram têm intervalo maior e, sendo bem sincera, eu raramente os pego à noite. Quando tem, a espera é beeeeeeem longa! A dica que eu dou é dar preferência para o metrô, principalmente aos finais de semana e vésperas de feriados depois da meia noite – eu o considero o meio de transporte mais prático de todos!

Bancos e correios

Eles costumam abrir das 8 até 12:30, fazer uma pausa para o almoço e reabrir das 13:30 às 15h. Alguns ficam até mais tarde em pelo menos um dia da semana (geralmente às quintas). Outros nem fecham para almoço – os do centro, por exemplo. Quanto aos correios, a maioria abre às 8 e fecha às 18h em dias de semana. Muitos nem abrem aos sábados, imagina aos domingos… Quando eu preciso ir aos correios no final de semana, eu só conheço um que fica aberto: o da Westbahnhof (sim, até domingo ele abre! Fica dentro da estação, láaa no fundo do lado direito subindo a escada rolante, à esquerda. Em frente à Müller, salvo engano).

Restaurantes

Ih, mas esse já me deu problema! Quantas e quantas vezes já cheguei às 22h em um restaurante e a cozinha já estava fechada? Um milhão de vezes! Aliás, todo verão acontece isso. Como escurece mais tarde, eu perco a noção de tempo e só me dá fome quando começa a escurecer. Até hoje eu penso “opa, deve ser umas 19h ou 20h. Tenho que jantar”, vou olhar no relógio e já passou das 22h. Aí a lista lotada de opções para jantar fora cai drasticamente porque a maioria dos restaurantes só serve comida até às 22h. E olha que engraçado: muitos restaurantes funcionam das 11 até 15h mais ou menos. Sempre brinco que eles fecham para o almoço porque, sério, aos finais de semana eu sempre almoço depois das 15h! Aí termino sempre “almojantando” porque volto quando eles reabrem – geralmente às 17:30 ou 18h. Ah, e são poucos os que abrem todos os dias da semana. É normal os restaurantes fecharem um dia da semana – dia este que varia de acordo com o restaurante.

 Você já passou por algum apuro pelos horários de funcionamento em Viena serem diferentes dos horários no Brasil?

Sobre Letícia Diethelm

Amo Viena e não gosto da torta Sacher. Sim, é possível!

Veja também:

aeroporto para o centro de viena

Como ir do aeroporto para o centro de Viena {Vídeo}

Assista ao vídeo e saiba como ir do aeroporto para o centro de Viena utilizando o ...

6 comentários

  1. Olá Letícia!

    Encontramos seu blog e canal essa semana e ficamos apaixonados. Recebi uma oferta de trabalho em Vienna e estou um pouco perdido. Eu e minha esposa falamos inglês, porém não falamos nada em alemão. Na empresa que irei trabalhar eles falam inglês, porém como minha esposa não vai trabalhar de imediato, ela gostaria de aprender alemão. Você sabe me dizer se existe algum tipo de curso grátis de alemão disponibilizado pelo Governo? Iremos chegar apenas com meu salário ai não sabemos como será o custo de vida ai para dois.

    Obrigado por compartilhar tanta informação legal!!

    Forte abraço.

    • Oi, Bruno!!

      Seja bem-vindo a Viena! 😀

      Existe curso gratuito fornecido pelo governo, mas depois da onda de refugiados, eles não estão oferecendo mais… Eu vou fazer um vídeo falando sobre cursos e dando dicas para quem quer aprender alemão em casa! Acho que vai ser ótimo para vocês.

      Beijos e muito obrigada pelos elogios ao blog! 😀

  2. Super grata antecipadamente Letícia. Estarei indo pela primeira vez à Viena para uma exposição mundial de gatos de raça. Chego dia 27.10 e volto à São Paulo dia 01.11. Esquema de bate e volta. Quase não terei tempo pra nada (mesmo), pois trabalharei dias 29 e 30.10 como voluntária na apresentação dos gatos para os juízes de vários países que aí estarão (apareça na expo no Marx Halle…. sei que vai ser maravilhosa e cheio de centenas de gatos de todas as raças pra vc se apaixonar!!!). Se possível, gostaria de uma dica tua… Ficarei hospedada num tal de Belvedere Appartments na Fasangasse 18, 03 em Landstrabe. Devo levar apenas uma mala, porém já estou beirando os 60 anos e tenho um problema no joelho direito que me impede de subir e descer escadas (ainda mais com a mala) sem sofrer um bocado. Qual vc acha que seria a melhor forma de eu ir do Aero pra Landstabe? Na volta, aí a coisa piora (na realidade melhora…) um pouco. Voltarei com a dita mala, e mais um filhote de gato que comprei de uma criadora em Praga e ela irá me entregar o bichano na expo em Viena. Daí terei também a maleta de transporte do gato pra carregar. Na volta pro aero dia 01.11 creio que a melhor forma será táxi mesmo. Mas na chegada, vc acha que o tal CAT seria uma opção pra mim? Outra info se puder… a cidade é plana? Há aluguel de bicicletas pra eu utilizá-la como transporte entre o hotel e o Marx Halle ou outros locais? ou tem tram e esse tipo de transporte público pra vários locais? Sobre metrô ou trem, a menos que haja estação próxima de onde ficarei hospedada, acho que me perderei, kkkkk. Gratidão mesmo e parabéns pela tua generosidade e fraternidade, dividindo tudo que sabe, facilitando a vida de centenas, talvez milhares de pessoas! Precisamos de gente como você aqui no Brasil…. ou… eu preciso me mudar pra Viena…. beijos mil e sucesso sempre gatona.

  3. Letícia, tudo bem? Seu blog com suas superdicas é maravilhoso. Parabéns! Estaremos em Viena de 27/12 a 02/01/17. Por favor, você teria alguma dica bacana sobre:
    1) onde encontrar comida vegetariana;
    2) o cartão de transporte é válido para todos os transportes (train, tram e bus)?
    3) onde ir no Revéillon? Existe queima de fogos aí?
    Muito obrigado e sucesso em sua vida pessoal e profissional. Brasileiros como você dão orgulho na gente. Com consideração e abraço, Ari.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *