Página principal / Curiosidades / Elevador de barco

Elevador de barco

Durante nossas pedalanças, encontramos um Danúbio bem diferente do que é possível ver dentro da cidade:

Elevador de barco
Elevador de barco

Ainda encontramos a “Ponte dos Cadeados” daqui de Viena. Para quem não sabe o que é, em diversas capitais pelo mundo tem um local – geralmente pontes – onde os apaixonados prendem um cadeado com as iniciais de cada um e jogam a chave no rio. Este ritual é feito para que o relacionamento dure para sempre! Fofo, né?

Elevador de barco
Em Viena
Elevador de barco
Em Budapeste

E, para finalizar, ainda tinha um elevador para barcos! Só por descobrir tanta coisa pela cidade, já foi uma sorte e tanto. Aí o dia sorri para mim e revela a cereja do bolo: um barco chegou bem na hora e eu vi o elevador funcionando. É ou não é demais?

Elevador de barco
Funciona assim: o nível do Danúbio está mais alto do que o nível da água do lado do portão II (onde está escrito “Scho Schee” – acompanhe olhando a foto acima). Quando o barco chega, o nível da água entre os dois portões vai subindo para ficar igual ao nível do Danúbio. Nisso, o portão I se abre e o barco consegue continuar navegando. Depois o portão se fecha e a água entre os portões, que até então está na altura mais escura da parede (ver a foto novamente), será bombeada para que o nível da água desça. Quando isso acontecer, o portão II abrirá e o barco continuará navegando. Oi? Entendeu mais ou menos? Aguarde um segundo.
(o vídeo que estava aqui deu problema. Assim que eu encontrar – e arrumar – o erro, posto aqui novamente!) 

Agora ficou mais claro, né? Se ainda não tiver ficado, ainda tem o vídeo completo que fiz para vocês! É interessante, mas monótono – isso porque o original tem 15 minutos. Eu fiz os cortes para não ficar muito cansativo e o transformei em 3 minutos. Se a gente já reclama do tempo que leva para o elevador sair do térreo até o terceiro andar, imagina um elevador de barco? Demora mesmo, minha gente! Tem outro jeito não! Se não tiver paciência, vai avançando o tempo, ok?

 Espero que gostem. Desejo uma semana maravilhosa para todos vocês!

Beijos, queridos!

Sobre Letícia Diethelm

Amo Viena e não gosto da torta Sacher. Sim, é possível!

Veja também:

carne brasileira na Europa

Repercussão da notícia referente à carne brasileira na Europa

Pergunta da Imperatriz Thaís Fongaro pelo instragram Letícia, como foi recebida a notícia referente à ...

2 comentários

  1. Não é propriamente um elevador (existe um na Escócia) e sim um eclusa. Existem milhares delas no mundo, inclusive no Brasil.

    • Eu prefiro escrever “elevador” do que “eclusa” primeiro porque não está errado e segundo porque é mais fácil para o leitor entender na hora a função do objeto-tema do post. 🙂
      Mesmo assim, obrigada pela informação, Ricardo!
      Sim, existem milhares pelo mundo. Só para deixar bem claro: eu mostrei como acontece. Em momento algum disse ser exclusividade da Áustria!

      Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *