O que comprar na Áustria? Coisas típicas austríacas!

Quando eu morava na Alemanha, eu ultrapassava a fronteira com certa frequência e, assim que eu me lembrava que estava em terras austríacas, eu pedia um Almdudler. Apesar de não ser muito fã de refrigerante, este era diferente. Eu adorava! Hoje eu evito tomar porque, né? Os 30 anos chegaram e a consciência pesa com mais facilidade do que a balança.

Lembrando dessa minha fase lá em 2011, pensei que seria legal dividir com vocês coisas típicas austríacas para vocês levarem como souvenirs ou apenas apreciarem em uma visita à Áustria! 🙂

Almdudler

É o “guaraná” austríaco. O Almdudler é composto por 32 ervas naturais (dos alpes), água com gás e açúcar. Há uma versão sem açúcar (que eu gosto até mais do que a adoçada) e outras com sabores de frutas. A minha predileta é o sabor original sem açúcar. Uma delícia!

Foto: Steven Conte

Porcelana

Áustria é conhecida por cristais e porcelana. O lugar mais tradicional para se adquirir porcelanas é no Augarten (parque). É lá onde são fabricadas as porcelanas mais famosas do país. Até hoje cada peça é feita e pintada à mão. Se você for se aventurar a levar o produto na mala, aconselho levar na bagagem de mão. Vai ser um investimento alto pra você correr o risco de quebrar na mala…

Endereço: Obere Augartenstraße 1 – 2.Distrito.

Foto: Christian Maricic

Cristais

Como eu disse antes, a Áustria também é conhecida por cristais (quem não conhece a Swarovski, não é mesmo?). Mas não é dos brincos e colares da Swarovski que eu estou para falar aqui hoje – até porque há lojas da marca no mundo inteiro…
A novidade, que só pode ser adquirida aqui na Áustria e também tem que levar com cuidado na bagagem de mão, são as famosas taças, vasos e até mesmo lustres da loja mais tradicional no ramo: a Lobmeyr. Ela está aberta desde 1823, sempre esteve (e permanece) nas mãos da mesma família. É realmente uma empresa que passa de pai pra filho! Mesmo que você não queira adquirir um de seus produtos, a fachada da loja por si só já é uma bela de uma atração turística!

Endereço: Kärntner Straße 26, centro de Viena

Foto ilustrativa: Maria Eklind

Manner

Os biscoitos Manner são incrivelmente gostosos! Meu predileto é com caramelo, mas todos são excelentes. Lembra o waffer no Brasil, embora o sabor do recheio do Manner seja bem mais marcante. Vale a pena experimentar! Foi fundado aqui em Viena em 1890. Nem preciso falar que é um dos xodós, né? Bem conhecido pelos turistas também. uma loja enorme coladinha na Catedral São Estêvão e o melhor de tudo: abre inclusive aos domingos e feriados – o que é raridade por aqui.
Tem versão vegana também!

Foto: Manner

Licor Mozart

Ok, eu sei que este licor você também consegue comprar na Áustria e em outros vários países. O motivo dele ter sido escolhido para entrar nesta lista é ele ser um produto austríaco e beeeem mais barato se comprado aqui do que no Brasil. Para vocês terem uma noção, eu o utilizo até para fazer a cobertura do bolo de cenoura. Uso sem dó porque aqui ele custa algo em torno dos €13 em supermercado e aí, pelo que eu pesquisei rapidamente em sites brasileiros, ele não sai por menos de R$150. Mesmo com o Euro próximo a R$5, ainda sai por menos da metade do preço. Vale muito a pena comprá-lo aqui!

Óleo de semente de abóbora (Kürbiskernöl)

Na verdade, ele está mais para um azeite do que para óleo. É bem conhecido aqui na Áustria e sua história começou já em 1735 na Estíria – estado austríaco (Steiermark). Até 1970, este azeite era famoso somente na Estíria, mas nos anos 80 ele conquistou não somente o restante da Áustria, como também outros países.

Sua cor é bem marcante (foto abaixo), assim como seu sabor. É muito gostoso e bastante utilizado na cozinha austríaca. O mais comum é em molhos de saladas e sopas, mas pode ser utilizado inclusive em sobremesas: não é difícil encontrar em Viena alguma sorveteria que venda sorvete sabor óleo de semente de abobóra!

Foto: Pfifferdaj

Vinho vienense

Viena é a única capital do mundo a produzir e vender vinho em seu território. Por isso a cidade é famosa pelo vinho, além da cerveja – como não poderia deixar de ser em um país germânico. Os vinhos tintos austríacos são saborosos, mas é o vinho branco que representa a fama.

Eu tenho alguns posts indicando vinícolas. Veja-os aqui! Apesar de ficarem distante do centro (45 minutos-1h de transporte público) é um passeio extremamente aconselhável. Ah, importante dizer que cada vinícola venderá seu próprio vinho. Isso significa que, mesmo a uva sendo igual, o sabor do vinho pode variar bastante de acordo com cada vinícola.

Vinícola Gerstner Landhaus em VienaVinícola Gerstner Landhaus em Viena

Chocolate Zotter

Zotter é uma empresa austríaca e um dos poucos fabricantes de chocolate do mundo que trabalha apenas com produtos orgânicos, fairtrade (comércio justo) e de maneira sustentável. Além do chocolate tradicional, eles têm uma linha vegana, outra sem açúcar e outra sem lactose.

A fábrica não fica em Viena e sim, em Steiermark (Estíria – Áustria), mas vocês encontrarão facilmente os chocolates Zotter por aqui – inclusive em um stand localizado no famoso mercadão de Viena chamado Naschmarkt!

 

Foto: Site oficial Zotter

Espero que vocês tenham gostado das dicas! 🙂